Teve cordel, poesia e teatro. Houve muitas dúvidas e um bocado de respostas. Nesta quarta-feira (07.08), o programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC) esteve na EREM Regueira Costa, onde os estudantes trouxeram, através da arte e, sobretudo, da curiosidade de cada um, uma discussão acerca do mercado de trabalho, das relações trabalhistas e suas nuances.

Os alunos da escola, localizada no bairro do Rosarinho, no Recife, mostraram-se preparados para o evento. Logo no corredor de entrada do Regueira Costa, um belo mural com cartazes alertando para os perigos do trabalho infantil. “O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é na escola”, ressaltou um deles. Em outra parede, uma corda repleta de cordéis. Tudo produzido pelos próprios estudantes.

Durante o evento, os alunos trouxeram apresentações que encheram colegas, membros do TJC e convidados de emoção. “A intenção é conscientizar. Muitas vezes não sabemos o que temos direito. As pessoas colocam situações como algo normal, mas podem estar sendo explorados sem saber. Ter essa consciência é uma semente que deixamos para não deixar que outras pessoas passem por situações erradas. Isso pode fazer a diferença”, disse aluno Guilherme Pereira, de 17 anos, que apresentou o conteúdo para a produção de um videoclipe em andamento.

Nas perguntas abertas aos magistrados, os temas foram os mais diversos: trabalho infantil, demissão por ou sem justa causa, aposentadoria, acúmulos de função e o programa Jovem Aprendiz. “Mais uma vez eu saí gratificada porque a gente traz noções, ensinamentos e aprende muito com eles. Saímos com o dever cumprido. A receptividade, muito boa e as apresentações. As perguntas muito elevadas e todos os participantes da mesa tiveram chance de participar”, afirmou a coordenadora do TJC, Carmen Richilim.

Esta etapa do TJC contou, ainda, com a presença dos magistrados Ivan Valença, Roberto de Freire Bastos, José Soares Filho, Patrícia Trajano; a procuradora Regional do Trabalho Elizabeth Veiga, a advogada Roberta Cavalcanti e o diretor da Associação dos Advogados Trabalhistas de Pernambuco (AATP) Hugo Victor.

Confira as fotos aqui