Uma tarde dedicada a refletir sobre o bem-estar físico e mental no trabalho e nas relações pessoas. Esta é a proposta do programa Sexta da Qualidade de Vida da Amatra VI, lançado nesta sexta-feira (26), voltado aos magistrados, familiares e amigos que queiram dedicar um pouco do seu tempo à busca de alternativas para um “viver melhor”.

Na primeira edição, a psicóloga Laura Pedrosa falou sobre a saúde do magistrado, levando a reflexões coletivas sobre as condições de trabalho, organização do ambiente e relações socioprofissionais. “Precisamos estar atentos às causas para evitar o adoecimento, sempre buscando nossa plenitude”, afirmou.

Na abertura do evento, uma apresentação emocionante de Amanda Lima, de 19 anos, única bailarina com síndrome de Down do Norte/Nordeste a dançar com uma sapatilha de ponta. Ela interpretou um número ao som da música “Suplica Cearense”, sendo aplaudida entusiasmadamente pelos presentes.

Vida – O programa Sexta da Qualidade de Vida será realizado sempre na última sexta-feira de cada mês, com exceção de novembro próximo, em virtude da proximidade com a confraternização de final de ano da Amatra VI.

A presidente da Associação, Laura Botelho, destacou a importância do momento para a diretoria, abrindo espaço para que todos possam compartilhar olhares e caminhos. Ela pediu aos associados que apresentem sugestões de temas e palestrantes.

A programação terminou com a comemoração dos aniversariantes de setembro e outubro.