O evento foi marcado pelo ato de transmissão da coordenação nacional da Frentas Nacional, que passou do presidente da Anamatra, Guilherme Feliciano, para o presidente da ANPT, o procurador do Trabalho Ângelo Fabiano. O Seminário foi realizado em Brasília, no dia 7 de maio, com a participação da Amatra VI, representada pela presidente Laura Botelho

A conferência de abertura ficou à cargo do presidente do STF, ministro Dias, Toffoli. As demais palestras enfocaram temas como “Modelo Remuneratório para Magistratura e Ministério Público”; “O papel das Corregedorias no Judiciário e no Ministério Público Nacionais: perspectivas e limites da atividade correcional”; “Direitos fundamentais dos membros da Magistratura e do Ministério Público”; “Independência e Prerrogativas da Magistratura – uma análise crítica do cenário político e social”.

O seminário foi uma realização conjunta das Associações Nacionais dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) – que estava na coordenação da Frentas – dos Membros do Ministério Público (CONAMP), do Ministério Público Militar (ANMPM), dos Procuradores do Trabalho (ANPT), pela dos Procuradores da República (ANPR)  e, ainda, dos Magistrados do Distrito Federal e Territórios (AMAGIS DF) dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e  do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT),