Com o agravamento da pandemia de Covid-19, a Diretoria e o Conselho de Representantes da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) deliberaram pelo cancelamento do 20º Congresso Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Conamat), que aconteceria em Pernambuco, de 3 a 6 de fevereiro próximo.

Na reunião que tratou do tema, ficou previsto o ano de 2022 para a próxima edição do Conamat, de 27 a 30 de abril, mantendo o local: Porto de Galinhas, em Pernambuco. Em recente visita ao Recife, a presidente da Anamatra, Noemia Porto, defendeu a permanência do local pela infraestrutura, disponibilidade da Amatra VI e reconhecimento ao apoio das empresas parceiras, fornecedores e patrocinadores.

Sobre o cancelamento, Noemia Porto explicou que este é um momento excepcional e que deve ser encarado com flexibilidade. “É necessário dirigir o olhar de cuidado e de responsabilidade com as questões de saúde, do meio ambiente de trabalho e da prevenção dos riscos”, afirmou.

Para a presidente da Amatra VI, Laura Botelho, a proteção à saúde coletiva deve pautar todas as ações no momento e externou sua satisfação e alegria pelo fato de Pernambuco receber o evento no próximo ano.

Para tirar dúvidas dos associados já inscritos, bem como tratativas quanto ao reembolso, está disponível o e-mail: conamat@anamatra.org.br. Imprescindível, na correspondência eletrônica, indicar os dados bancários para o respectivo ressarcimento.

Já os que fecharam o pacote de hospedagem, foram apresentadas três opções pela Pontual Turismo, devendo uma ser escolhida e informada pelo e-mail eventos@pontualturismo.com.br até o dia 20/01/2021. São elas:

Opção 1 – Reembolso integral do valor pago com prazo para recebimento de até 60 dias após a solicitação.

Opção 2 – Manter o crédito do valor integral pago, para pagamento parcial da hospedagem para o evento em 2022. Lembrando que para 2022 haverá nova negociação de valores de diárias.

Opção 3 – Utilizar a hospedagem agendada para o período reservado, agora em fevereiro de 2021, mantendo as mesmas condições acordadas de valores, porém sem a realização do evento. Seria uma viagem para fins de turismo.