Candidato à presidência da Anamatra pela chapa “Foco e Renovação”, o juiz do trabalho Cleber Martins Sales, esteve no Recife, nesta segunda-feira (08.04.2019). Na sede da Amatra VI, participou de reunião com magistrados associados, apresentou pontos da sua proposta de trabalho e asseverou que a prioridade é a defesa da JT e da magistratura do trabalho.

Entre as propostas que apresentou, a implementação de um planejamento estratégico para a Anamatra e consulta às bases para os grandes temas que tenham o potencial de dividir a categoria.

O juiz Cleber Martins ingressou na magistratura do trabalho em 2002, no TRT8 (Pará), deixando a carreira de procurador no estado de Goiás. Em 2006, tomou posse, após remoção, no TRT18 (Goiás), sendo promovido, em 2014, para o cargo de juiz titular.

Atuou na Amatra 8, como Diretor de Juízes Substitutos e na Amatra 18,como Secretário e Vice-presidente. Em 2013 , foi eleito para a presidência da Amatra 18, cargo para o qual foi reeleito em 2017. Integrou a Comissão de Prerrogativas da Anamatra e atualmente é membro da Comissão Legislativa da Associação Nacional.

A candidata Noemia Porto, da chapa “Sou + Anamatra”, também esteve no Recife. No dia 21 de março, em visita a Amatra VI, conversou com os juízes do trabalho sobre questões relevantes para a magistratura e expôs suas propostas.

Na ocasião, ela ressaltou que sua candidatura nasceu de um grupo que vem se dedicando firmemente à defesa da magistratura e destacou a força da 6ª Região, representada em sua chapa pela magistrada Luciana Conforti, candidata à Diretoria de Ensino e Cultura.

Com esse ciclo de apresentações das chapas que concorrem à eleição do dia 26 de abril, a presidente da Amatra VI, Laura Botelho, reafirmou o caráter democrático da entidade, sempre aberta ao debate de temas de interesse da Justiça do Trabalho e dos seus magistrados.