Com sua meta de interiorização, o Programa Trabalho, Justiça e Cidadania alcançou mais duas cidades em Pernambuco: Feira Nova e Limoeiro. Na segunda-feira (07.8), ambas receberam os juízes para mais uma “roda de conversa” sobre direitos e deveres do trabalhador e outras questões voltadas aos direitos humanos.

Em tempos de reforma trabalhista, o assunto foi abordado nas duas escolas – Antônio Inácio, em Feira Nova, e Professora Jandira de Andrade Lima (CERU), em Limoeiro.  Preocupações com aposentadoria, pagamento de horas extras, trabalho infantil e direitos ao ser demitido foram questões que permearam o momento de tira-dúvidas com os magistrados Adelmy Acioli e Leandro Fernandez, presidente e diretor da Amatra VI, respectivamente.

Na Antônio Inácio, as apresentações culturais –incluindo um teatro que alertou sobre o jogo Baleia Azul (que estimula jovens a automutilação) e o momento do hino nacional – foram traduzidas em libras, para que os alunos com necessidades especiais pudessem acompanhar.

Já no CERU, o momento Chá Literário, com uma adaptação regionalizada de Hamlet (do dramaturgo inglês William Shakespeare) produzida e encenada pelos alunos, foi aplaudida de pé. “É uma honra poder participar de um momento tão rico e gratificante”, afirmou o juiz Leandro Fernandez.

Presente às duas visitas, gestores das escolas e as representantes da Secretaria de Educação do Estado (parceira na iniciativa): a gestora da Regional Vale Capibaribe, Edjane dos Santos, e a coordenadora do Programa no Regional, Josemar Barbosa.