Os estudos desenvolvidos pelo TRT6 para implementação de um plano de autogestão para magistrados e servidores da Justiça do Trabalho em Pernambuco foram apresentados, nesta sexta-feira (26.11), pelo desembargador Eduardo Pugliesi, na sede da Amatra VI. Ele aceitou o convite da Associação para falar sobre os avanços no projeto, vantagens e restrições.

À frente da comissão que cuida dos estudos, o desembargador fez uma detalhada explanação sobre outros modelos que conheceu em todo o país –  como o do TST, diversos TRTs, MPF, MPPF, entre outros.

Ao avaliar os números atuais de beneficiados, valores investidos e índice de sinistralidade dos planos em vigor, Pugliesi se manifestou totalmente favorável à implantação de um modelo de autogestão que atenda as especificidades da 6ª Região, inclusive com análise dos percentuais de coparticipação. “Temos que definir essa questão até maio de 2019, por isso nos municiamos de informações e estudos do setor, já identificando técnicos e especialistas que possam contribuir no projeto”, afirmou.