A Anamatra e outras entidades da sociedade civil da área do Direito, divulgaram no dia 19 de outubro, nota pública  repudiando toda e qualquer manifestação de ódio, violência, preconceitos, bem como se manifestou em  defesa dos direitos fundamentais sociais, inclusive os trabalhistas, e da imprescindibilidade das instituições que os preservam.

A nota é assinada pela Anamatra, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat) e Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

Outro ponto reiterado é a necessidade de preservação de um ambiente sociopolítico genuinamente ético, democrático, de diálogo, com liberdade de imprensa, livre de constrangimentos e de autoritarismos.

Confira o documento aqui